Matéria publicada em 03/08/2018 às 20:25:40

Fonte: jaruonline

Ex-chapeiro de fast food que virou engenheiro da Nasa dá palestra motivacional em Rondônia

Os participantes da Campus Party se sentiram em Marte por quase duas horas na noite desta quinta-feira (2) em Porto Velho. Direto da Nasa para Porto Velho, o engenheiro Gabe Gabrielle lotou o palco principal com a palestra “Ao infinito e além”.

Na ocasião, ele abordou temas como suas experiências no espaço, as expedições em Marte, o futuro do programa espacial pelo mundo e sua jornada para abandonar o emprego como chapeiro de uma empresa de alimentos e assim se tornar um engenheiro reconhecido em todo o planeta.

Gabe abriu a palestra lembrando dos tempos difíceis na época da escola. Segundo ele, nenhum dinheiro no mundo iria fazê-lo voltar para escola. Gabe terminou o colégio e demorou 12 anos para entrar na universidade, mas comentou que se arrepende dessa atitude.

Se você está pensando em ir para a universidade depois da escola, faça! Você vai ter muito mais oportunidades. Quando você quer fazer alguma coisa, mesmo que esteja assustado, tem que ter coragem, afirmou.

Para ele, o importante é dar um passo de cada vez e aproveitar o percurso, curtir a viagem. E foi aplaudido ao dizer: “Faça seu melhor, faça o que você quer e acredite em si mesmo. Faça isso e terá uma vida muito feliz”, comentou.

Em uma das viagens, Gabe ficou no espaço por seis meses. Para isso ele fez um treinamento debaixo da água, pois é a condição mais parecida com o espaço. Ele mostrou vídeos do dia a dia dentro das sondas espaciais, sem gravidade. Coisas simples, como escovar os dentes, acaba virando uma experiência divertida.

“A gente se alimenta com a comida flutuando. A vida é divertida no espaço”, conta.

Na Terra, Gabe viaja dando palestras e participando de eventos sobre tecnologia e astronomia. E em todas as conversas com fãs surge a pergunta: “Como é o banheiro no espaço?”

Para descontrair a plateia da Campus Party em Rondônia ele mostrou um vídeo explicativo. Basicamente os astronautas usam um vaso espacial desenhado para congelar os resíduos, armazená-los em uma cápsula, que em seguida é expelida da nave e queima no espaço.

“Com a gravidade as coisas caem no chão. No espaço as coisas vão flutuando. Desenhamos um vaso que, ao invés de deixar que tudo flutue, puxa para dentro do vaso e congela”, explica.

O público também vibrou com imagens de auroras boreais vistas de uma estação espacial. Os detalhes da exploração para Marte e a trajetória do “carro de marte”, que encontrou água no estado sólido no planeta vermelho, arrancaram aplausos do público.

Ao se despedir da equipe do G1, Gabe disse que está acostumado a viajar o mundo todo, mas no Brasil as pessoas tem um coração diferente, por isso ele ama o país.

Comente Pelo Facebook

 

ÚTLIMAS NOTÍCIAS

12/10/2018 • Jean Mendonça perde vaga de deputado e abre cargo para Geraldo da Rondônia 01/10/2018 • Van capota ao ser atingida por carro de passeio no centro de Porto Velho 01/10/2018 • Debate na TV Rondônia reúne seis candidatos nesta terça-feira; veja todas as regras 01/10/2018 • Jaru: Justiça atualiza multa de Amauri dos Muletas para R$ 375 mil em processo de fraude em licitação da saúde 01/10/2018 • Zaltana pescados na maior feira de negócios da América Latina 05/09/2018 • PROTESTO: Entenda a crise dos caminhoneiros 05/09/2018 • ROUBADA: Adolescente flagrado com moto de sargento da PM diz que comprou por R$ 300 05/09/2018 • CRIME: Criança de 4 anos entrega os próprios pais e casal é preso por tráfico de drogas 05/09/2018 • FERIADO: PRF inicia "Operação Independência 2018" nesta quinta 05/09/2018 • Rondônia não alcança nota estipulada para ensino médio no Ideb, mas fica acima da média nacional

©Copyright 2014 - Todos direitos reservados a Reporternoticia.com.br

Netmidia - Soluções Digitais